Archive for the ‘Economia’ category

Passeio Socrático

3 de março de 2010

Em mais um excelente artigo, Frei Betto esclarece os rumos que poderiam ser adotados pelos responsáveis da sistemática econômica atual. Leiam:

http://mercadoetico.terra.com.br/arquivo/valores-na-economia-pos-crise/?utm_source=newsletter&utm_medium=email&utm_campaign=mercado-etico-hoje

Anúncios

Haiti

21 de janeiro de 2010

O escritor uruguaio, Eduardo Galeano, reproduz lucidamente as mazelas que acompanham o Haiti desde a sua ocupação por forças imperiais. E neste mesmo artigo exalta a sua capacidade de soerguer-se pela a luta e pela dignidade. Leiam:

http://www.cartamaior.com.br/templates/materiaMostrar.cfm?materia_id=16342

Dedico ao meu amigo João André

9 de dezembro de 2009

Será que é possível o senhor sair da piada desrespeitosa, carregada de preconceito social, e ser mais um a aplaudir (mesmo que timidamente), como fez esta senhora representante máxima do PiG (Partido da imprensa Golpista) o Maior Presidente da história do Brasil? Não precisa responder, já sei a resposta! O senhor é capaz de enxergar, porém continua preso a ideologia Demo-Tucana, que dissipa entre os melhores corações, a oração que por ora hipnotiza os seus seguidores. A excludente cantiga eclesial, propagada por seus doutrinadores, que o Estado tem quer ser mínimo, e em consequência privatizado.

Boa sorte companheiro pra você e sua Ceará-Mirim.

O que falar?

9 de dezembro de 2009

“Eu” ou “nós”

16 de outubro de 2009

Leiam este artigo escrito pelo Frei Leonardo Boff e analisem a dimensão do que é proposto por ele. Vejam:

http://mercadoetico.terra.com.br/arquivo/o-individualismo-tem-ainda-futuro/?utm_source=newsletter&utm_medium=email&utm_campaign=mercado-etico-hoje

Reforma Agrária

6 de outubro de 2009

Reformar o grande latifúndio nacional é um caso de honra para o Estado Nacional. A divisão isonômica é parte de uma política pública que a anos esbarra na força política/econômica que os ruralistas encontram no Congresso Nacional. Vejam esta avaliação de Antônio Cechin e Jacques Távora Alfonsin do Censo Agropecuário divulgado esta semana.

http://mercadoetico.terra.com.br/arquivo/os-numeros-do-ibge-sobre-a-terra-e-a-reforma-agraria-no-brasil/?utm_source=newsletter&utm_medium=email&utm_campaign=mercado-etico-hoje

Até que enfim: o fim.

6 de outubro de 2009

“IHU On-Line – Por que afirma que o capitalismo é apenas um parêntese na história humana?

Anselm Jappe – Trata-se de uma formulação polêmica, porque o capitalismo existe há, no mínimo, 200 anos nos países desenvolvidos como Inglaterra. Há antecedentes do capitalismo na época da Renascença, remontando ao século XIV. Disse que o capitalismo é um parêntese na história para fazer uma objeção à apologia atual que o vê como uma realização necessária de toda a história. Critico a ideia de que a humanidade e a evolução avançam para algo melhor, e que o capitalismo seria uma espécie de apogeu da humanidade, uma forma de sociedade e de economia que vai permanecer para sempre. Muitas vezes, as apologias do capitalismo são feitas apresentando a democracia como uma forma finalmente encontrada para o convívio dos seres humanos. Assistimos, então, a uma espécie de ontologização do capitalismo. Isso consiste em dizer que pode haver diferentes modelos de capitalismo, mas ele se mantém no mesmo enquadramento do valor, do dinheiro, da democracia e do Estado. Não é apenas o pensamento burguês, mas boa parte também do pensamento que se proclama ser de esquerda, que se converteu a essa ontologização do capitalismo, incapaz de imaginar algo diferente “. Segue o link:

http://mercadoetico.terra.com.br/arquivo/o-capitalismo-e-um-parentese-na-historia-da-humanidade/?utm_source=newsletter&utm_medium=email&utm_campaign=mercado-etico-hoje